Mercado de Trabalho em Engenharia de Alimentos

O engenheiro de alimentos é um profissional muito generalista, que pode atuar em várias áreas, desempenhando muitas atividades. Saiba mais sobre a atuação desse profissional abaixo:

 

Em uma indústria, o engenheiro pode realizar as seguintes atividades:

Controle de qualidade: trabalha com o controle de qualidade de produtos, realizando análises e testes para garantir a qualidade dos produtos que são fabricados.

Também testam os produtos da concorrência, e simulam diversas situações, se o produto reage ao frio, se é quebradiço etc.

Armazenamento e transporte: Determina a maneira que o alimento deve ser armazenado e transportado, para que preserve sua qualidade.

Linha de produção: O engenheiro também trabalha diretamente com o processo de produção da indústria, e com planejamento.

 

Pode planejar e implantar instalações industriais, levando em consideração os equipamentos que serão utilizados (fazendo a seleção deles).

Também administram como será cada parte do processo de produção, com objetivo de aumentar a produtividade, reduzir custos, entre outras coisas.

 

Pesquisa e desenvolvimento: Realiza pesquisas com o objetivo de criar e desenvolver novos produtos ou aperfeiçoa-los.

 

Testa novos aromas, sabores, consistência, os valores nutricionais etc. 

 

Além de desenvolver o produto em si, esse profissional, pode trabalhar com outras coisas que fazem parte do processo produtivo, embalagens, novas tecnologias etc.

 

Tratamento de resíduos: O engenheiro de alimentos também é responsável por cuidar de resíduos provenientes da indústria.

 

Define a maneira que será feita o descarte, a reciclagem, se será possível reaproveitar alguma coisa, e coisas do tipo.

 

Além das áreas descritas acima, o engenheiro, pode ainda, desempenhar outras atividades em uma indústria.

 

Muitas vezes, responde pela parte jurídica, quando empresa é questionada sobre alguma coisa relacionada aos seus produtos.

 

Também pode realizar compras, selecionar matérias primas, administrar as equipes de trabalho etc.

 

Saindo um pouco das industrias, esse profissional pode também:

 

Trabalhar com fiscalização, realizando a inspeção nessas empresas, estabelecendo os padrões de qualidade que devem ser seguidos. Normalmente realiza essas atividades no setor público.

 

Também pode trabalhar mais especificamente com vendas, desenvolvendo materiais, com o objetivo de comercializar com a indústria alimentícia.

 

Falamos mais sobre onde o engenheiro de alimentos pode trabalhar abaixo.

 

 

 

 

 

 

 

Mercado de Trabalho

 

O engenheiro de alimentos tem um mercado de trabalho bastante amplo, mesmo assim, a maior parte da demanda por esse profissional vem da indústria de alimentos, em grandes empresas.

 

Por conta disso, é mais vantajoso estudar e estar em grandes centros e em centros que possuem essas indústrias.

 

Como foi dito no parágrafo anterior, grande parte da demanda pelos engenheiros de alimentos está em grandes empresas, por isso, é comum que o candidato tenha que passar por um processo seletivo bastante rigoroso, e muitas vezes um processo de trainee.

O melhor conselho para quem quer trabalhar em uma indústria, e qualquer outra empresa, é procurar realizar o máximo de atividades enquanto está na faculdade (veja aqui), e procurar adquirir o máximo de experiência possível.

Além das indústrias de processamento de alimentos, o engenheiro de alimentos pode trabalhar em restaurantes, no setor público, na área acadêmica e em outros lugares que falaremos abaixo.

 

Lugares Para Trabalhar

 

Indústrias do setor alimentício

 

Como foi dito acima, as indústrias de processamento de alimentos são os locais que mais empregam esse profissional, que pode desempenhar diversas atividades.

O engenheiro de alimentos pode trabalhar em todas as indústrias que trabalham com alimentos que são processados de alguma forma, desde os mais naturais, como leite, sal e açúcar, até os mais industrializados, como refrigerantes e salgadinhos.

Normalmente são grandes empresas, e esse profissional pode chegar a ganhar altos salários.

Além das indústrias que processam alimentos, o engenheiro pode trabalhar também em indústrias de equipamentos, embalagens e aditivos.

 

Fast-Foods e Restaurantes

Apesar de não ser muito comum, também há vagas para o engenheiro em restaurantes e fast-foods.

 

Nesses lugares o engenheiro pode realizar funções relacionadas a procedimentos de higiene.

Outra atividade que esse profissional pode fazer, é trabalhar em cozinhas, nas mesmas vagas que o profissional que é formado em gastronomia. Alguns restaurantes abrem vagas para engenharia de alimentos.

Podem fazer análise de cardápios, monitorar o cumprimento das regras, fazer a gestão das equipes, entre outras atividades.

 

Consultoria 

Consultoria é um serviço prestado por uma empresa, com o objetivo de resolver um problema ou melhorar alguma coisa. As consultorias em engenharia de alimentos podem ser de diferentes tipos.

 

Há consultorias sanitárias, que verificam se o estabelecimento está em conformidade com as normas sanitárias, indicando medidas corretivas e preventivas.

 

Também há empresas que prestam assessoria para outras empresas no ramo alimentício, desenvolvendo produtos, layout de equipamentos e até mesmo projetos para implementar sistemas de controle de qualidade.

 

 

Empreendedorismo

 

A engenharia de alimentos é uma profissão muito ligada ao empreendedorismo e criatividade. Principalmente se você for da área de desenvolvimento de produtos.

 

Apesar da maioria das empresas que atuam nesse mercado serem grandes, é possível começar com um negócio pequeno, como as microcervejarias, por exemplo.

Além da criação de produtos alimentícios, os engenheiros têm formação para desenvolverem equipamentos e embalagens, podem inclusive, desenvolver equipamentos que torne o processo produtivo mais eficiente, embalagens mais resistentes, que usem menos plásticos, e sejam mais sustentáveis, entre outras coisas.  

 

Setor Público

O setor público é o setor responsável por prestar serviço à população.

 

Há algumas desvantagens de trabalhar nesse setor, o trabalho pode ser bastante burocrático, muitas vezes depende de outras pessoas e de questões políticas.

 

Mas, também há algumas vantagens, o funcionário público tem uma série de benefícios, como salários altos, licenças remuneradas e muitas vezes uma jornada de trabalho reduzida.

Para trabalhar no setor público, é preciso, na maioria das vezes, passar por um concurso. Mas alguns cargos não são por meio de concursos. 

 

Cargos de gestão, de formulação de políticas, como secretários e ministros, são por nomeação política.

As pessoas que trabalham em cargos de gestão, normalmente vieram da área acadêmica, e são estudiosos. Ou já tem contatos no meio político, fazem parte de um partido político, por exemplo.

 

Mas, o mercado de trabalho é mais concentrado no setor privado, não há muitos concursos para o engenheiro de alimentos, e eles não são abertos com muita frequência.

 

Já existe, inclusive, petições para a inclusão do curso de engenharia de alimentos para cargos do MAPA, ANVISA, entre outros.

 Os lugares que costumam ofertar vagas para esse profissional são:

 

ANVISA – Não houve um concurso na ANVISA que abrisse vagas específicas para os engenheiros de alimentos, mas esse profissional pode fazer concurso para nível médio, trabalhando como Técnico em Regulação e vigilância sanitária.

Nesse cargo vai realizar atividades relacionadas a inspeção, fiscalização e controle das instalações físicas em locais que produzem e comercializam alimentos e medicamentos.

 

Também podem realizar estudos e pesquisas relacionadas a essas atividades.

Apesar desse cargo pedir somente nível médio, o salário é bastante atraente, cerca de 6.000 reais.

CONAB – Companhia Nacional de abastecimento

A CONAB é uma companhia que está presente em todas as regiões do país. Ela é responsável por acompanhar a trajetória da produção agrícola.

Muitas atividades são desenvolvidas pela companhia, realiza estudos a respeito da produção agropecuária, relacionados a preços e custos, também executa políticas do governo, como comprar produtos agrícolas, formar estoques etc.

 

Auxiliam em diversos programas do governo que tem como meta ajudar pessoas de baixa renda que dependem da agricultura familiar.

O engenheiro de alimentos, trabalha no cargo de analista. No último concurso o salário foi maior que 4.000 reais.

 

Área Acadêmica

Ao contrário da maioria dos cursos, muitos engenheiro de alimentos que decidem seguir carreira acadêmica acabam trabalhando em empresas e não necessariamente em universidades e dando aulas.

A área acadêmica é a área que se dedica à pesquisas científicas. A sua função é realizar pesquisas com intuito de resolver problemas, facilitar processos, obter mais informações sobre determinado assunto, contribuir para a melhoria de algo, e passar conhecimento.

Quem escolhe essa carreira pode fazer pesquisas na área que desejar.

Muitos pesquisadores trabalham em uma universidade e são professores também, mas, como foi dito, é muito comum encontrar pesquisadores trabalhando em empresas, no departamento de pesquisa e desenvolvimento.

Isso acontece porque é muito comum que as pesquisas realizadas tenham aplicabilidade direta na indústria.  

Para trabalhar em uma universidade pública é preciso passar por um concurso, ou trabalhar como temporário. Em faculdades particulares o que conta é o currículo acadêmico. Em um empresa será examinado seu currículo, inclusive as pesquisas que já realizou.

Para seguir esta carreira, é importante gostar de estudar, e se envolver no máximo de atividades acadêmicas que puder.

Quando ainda estiver na graduação, você pode participar de um projeto de iniciação científica, outros projetos de pesquisa e participar de eventos acadêmicos.

A participação nessas atividades contam pontos no seu currículo. É essencial que siga estudando, que faça mestrado,  doutorado, e gostar da vida acadêmica.

O engenheiro de alimentos pode realizar pesquisas sobre diversos assuntos. E os estudos das pesquisas nessa área já trouxeram muitos resultados. Veja alguns exemplos do que é pesquisando em engenharia de alimentos abaixo:

 

- Pesquisa as características nutricionais dos alimentos, estuda suas propriedades e reações no organismo.

-Estuda as alterações nos componentes dos alimentos quando são armazenados e processados, como destruição de vitaminas.

- Formular novas tecnologias que permitam preservar mais os nutrientes dos alimentos.

- Realizar pesquisas em assuntos mais relacionados ao “mercado”, como hábitos de consumo alimentar, a atitude e opinião dos consumidores.

-Pesquisas relacionadas a efetividade dos métodos de higiene e controle para obtenção de produtos de boa qualidade.

- Estudos na área de políticas, fazem análises de políticas agroalimentares, fazem estudos referentes a segurança alimentar e a proteção dos consumidores.

-Fazem análises sobre a aparência, o sabor, a textura e o aroma dos alimentos.

-Desenvolvem produtos, estudam as particularidades composicionais e procuram desenvolver um produto para uma faixa etária, cultura etc.

-Estudos sobre produtos mais específicos, como o processamento do leite, e tudo que é relacionado a isso, como novos produtos derivados, otimização do processo de produção do leite, entre outras coisas. 

- Estudos sobre embalagem

- Estudos visando a melhoria de matérias primas, e produtos existentes.

E muitos outros assuntos.