Onde trabalhar?

 

 

O cientista da computação pode desempenhar diversas funções, veja mais abaixo.

Setor Público

O setor público tem como função fornecer bens e serviços para os cidadãos. O profissional que trabalha nesse setor está gerando um impacto direto na vida da população, por isso, é muito importante que haja bons profissionais na área.

Há uma grande demanda para o cientista da computação no setor público, o foco é mais em questões de segurança e funções como programador, analista de sistemas e gerenciador de banco de dados.

 

Infelizmente, não é comum que esse profissional trabalhe com inovação ou desenvolvendo projetos, como no setor privado. 

 

Mas no geral, as atividades não diferem tanto de uma empresa, o que muda é que você está trabalhando para o governo, e prestando serviço para a sociedade. 

 

Alguns locais que ofertam concursos para esse profissional:

 

CEITEC: A CEITEC é uma empresa pública, ligada ao antigo Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação.

 

Sua atuação é na indústria microeletrônica, projeta circuitos integrados (fabricação de chips) e presta serviços de identificação por radiofrequência, que são usados na identificação de animais, veículos, entre outras coisas.

 

O cientista da computação trabalha acompanhando e solucionando possíveis problemas de infraestrutura e sistemas de tecnologia.

 

ITAI - Instituto de tecnologia aplicada a inovação: O ITAI oferece diversos produtos e serviços, atua na área de automação, simulação, e estudos de sistemas elétricos.

 

O concurso costuma contratar analistas de sistemas e de suporte.

 

Além desses locais é possível trabalhar em órgãos públicos que não tem como função principal nada relacionado a tecnologia, mas que demandam esse profissional para lidar com sistemas e infraestrutura.

 

Esses lugares são: tribunais de justiça, tribunais eleitoras, prefeituras, outras empresas estatais e agências que também não tem seu negócio principal relacionado com tecnologia, como a ANP - Agencia nacional de Petróleo, IBGE, Petrobrás e muitas outras.

Há também concursos que são abertos a todos que tem diploma de curso superior, como para ser perito por exemplo.

Setor Privado

O setor privado sempre é o setor que mais oferta empregos e o mais competitivo. 

 

Felizmente o mercado de trabalho para o cientista da computação é um dos mais aquecidos, com uma grande facilidade para encontrar emprego.

 

As principais empresas ligadas a ciência da computação costumam ser empresas que desenvolvem e prestam serviço de um ou mais softwares, que terceirizam a mão de obra e que ofertam estrutura para hospedar sites. 

 

Mas vagas de trabalho para esse profissional não estão restritas a empresas do ramo de TI.

 

Há vagas em praticamente qualquer empresa, inclusive em empresas de pequeno porte, pois independente da área de atuação, toda empresa lida com computadores, sistemas e programas, e para isso é necessário um profissional com conhecimentos em ciência da computação.

 

Para trabalhar em uma empresa, seja de TI ou não, o que é levado em consideração é o currículo, assim quanto mais atividades extracurriculares fizer, mais chances terá de conseguir uma boa colocação.

 

Nas grandes empresas é comum passar por um processo de trainee.

 

O mercado de TI foi um dos pouquíssimos a continuarem aquecidos, mesmo com a crise econômica.

 

As empresas têm a necessidade de otimizar custos, e os profissionais de TI se tornaram essenciais para ajudar a otimizar processos, fazendo com que seja possível realizar a mesma tarefa com menos mão de obra e mais rapidamente.

 

O cientista da computação pode desempenhar diversas atividades em uma empresa, as maiores demandas costumam ser para: segurança de redes e computadores, desenvolvimento de programas e sistemas em empresas de computação, análise de sistemas, desenvolvimento de bancos de dados e suporte técnico.

 

Saiba mais sobre essas atividades e como esse profissional pode atuar em áreas de atuação.

 

Empreendedorismo

 

A ciência da computação é um curso que abre um grande espaço para o empreendedorismo.

 

A tecnologia é principalmente um instrumento, que pode ser utilizado para desenvolver novas soluções, produtos e serviços em diversas frentes.

Há uma grande cultura empreendedora que gira em torno do cientista da computação, e até incentivos do governo para negócios relacionados a tecnologia.

 

É notável a presença de profissionais de tecnologia que conseguiram criar grandes empresas a partir de programas ou sites na lista de pessoas mais ricas do mundo, como os fundadores do Google: Larry Page e Sergey Brin e o fundador do Facebook: Mark Zuckerberg.

Algumas universidades, têm matérias focadas em empreendedorismo, são ofertadas disciplinas como:

 

Empreendedorismo em Software e Projeto em Computação, que possibilita ao aluno a criação de soluções inovadoras e de grande impacto no mercado nacional e mundial.

No entanto, a vida de empreendedor não é fácil e bastante arriscada, é necessário trabalho duro para que uma ideia se torne um negócio rentável.

 

Polos de tecnologia no Brasil

 

Apesar de não faltar ofertas de emprego em diversos lugares no Brasil, há algumas regiões que possuem uma aglomeração de empresas de tecnologia, essa aglomeração permite que haja um desenvolvimento mais rápido. 

 

Se você tem intenção de trabalhar em empresas que são completamente voltadas para a área de tecnologia ou abrir uma empresa, esses são os melhores lugares.

 

Porto Digital - Recife 

O Porto digital é um parque tecnológico na cidade de Recife, é o lugar com o maior aglomerado de empresas de tecnologia no Brasil, e um grande ambiente de inovação.

 

As principais empresas no Porto Digital trabalham com desenvolvimento de games, animações, sistemas de gestão e segurança, diversos aplicativos e até mesmo projetos como mobilidade Urbana. 

 

Há diversas empresas no porto digital, incluindo empresas como IBM e HP. Para mais informações acesse o site deles: portodigital.org

 

 

Belo Horizonte - San Pedro Valley

Em Belo Horizonte há uma região chamada São Pedro, que abriga diversas empresas que atuam no campo da Informática, a maioria são startups.

 

Há também incubadoras e aceleradoras, que permitem o desenvolvimento de novos negócios.

 

O que impulsionou bastante essa região foi a chegada do escritório do google. Saiba mais no site: sanpedrovalley.org

 

São José dos Campos

Em são José dos Campos, há outro polo de tecnologia, que é principalmente relacionado com as universidades ali perto, como o ITA, Fatec e Unifesp.

 

As atividades desenvolvidas nessa região são relacionadas com engenharia espacial  e TI.

 

E há empresas como a Boeing, Embraer e Airbus que impulsionam o polo.

Área Acadêmica

A área acadêmica se dedica a pesquisas científicas. Sua função é realizar pesquisas com intuito de resolver problemas, facilitar processos, obter mais informações sobre determinado assunto, contribuir para a melhoria de algo, e passar conhecimento.

 

Quem escolhe essa carreira pode fazer pesquisas na área que desejar.

 

Os pesquisadores, para trabalharem, costumam ter um vínculo com uma universidade, instituto de pesquisa ou algumas empresas. Grande parte possui vínculo com uma universidade, sendo professores também.

 

Para trabalhar em uma universidade é preciso passar em um concurso público, e ter um bom currículo acadêmico, portanto quanto mais atividades acadêmicas o estudante se envolver, como participação em eventos e principalmente publicações de artigos, melhor.

 

Também é essencial que siga estudando e faça mestrado e doutorado.

Dentro da área acadêmica o profissional terá a função de investigar novas tecnologias e aprofundar o conhecimento científico, é possível fazer pesquisa em diversos assuntos, segue alguns abaixo:

 

Matemática Computacional: área que trata de desenvolvimento de modelos matemáticos para a resolução de problemas complexos.

 

Teoria da computação: é uma área teórica, e procura estudar modelos de computadores, linguagens e como problemas podem ser computados.  

 

As novas fronteiras da tecnologia e a investigação de suas consequências à vida humana.

 

Inteligência artificial: é uma área que busca métodos computacionais que tenham a capacidade racional do ser humano.

 

Interação Homem-Maquina: refere-se a discussões sobre como se da a interação entre homem e máquina, não é uma área exclusiva da ciência da computação, essa linha de pesquisa recebe contribuições de outras áreas, inclusive da psicologia e da antropologia.

 

Aplicação da ciência da computação em atividades relacionadas ao bem-estar da população, como a Informática em Saúde e Ciências Biológicas, e Informática na Educação.

Essas são as principais, mas apenas algumas áreas de pesquisa do cientista da computação, pode-se citar também: modelagem e avaliação de sistemas, microprocessamento, linguagens de programação, banco de dados, segurança de dados e criptografia entre muitas outras.

Um pesquisador/professor pode chegar a ganhar muito bem, mas para isso é preciso tempo e dedicação.

 

O início de carreira não paga muito bem, por esse motivo muitas pessoas possuem emprego em outra área paralelamente. 

Na área de tecnologia é comum que o profissional seja pesquisador sem ser um professor, pois é uma área com bastante espaço para pesquisa e desenvolvimento. 

Muitas vezes o pesquisador não precisa ter relação com uma universidade, grandes empresas possuem departamento de pesquisa e desenvolvimento.

 

Veja também as áreas de trabalho do cientista da computação.