Economia

Economia é a ciência que estuda como a sociedade administra seus recursos, o que consumimos, produzimos e como se dá esse processo.

O curso de economia é bastante amplo e multidisciplinar. Durante a faculdade, você vai aprender como funcionam todos os fatores que interferem no ambiente econômico, e terá matérias que procuram responder as seguintes perguntas:

 

Como é o processo de tomada de decisão do consumidor? Como é o processo de decisão da empresa para produzir? De que maneira são organizadas as contas nacionais? Como se comportam variáveis macroeconômicas (como consumo, investimento, emprego, etc)?  Como as políticas realizadas pelo governo interferem no crescimento econômico? Como é a história econômica do nosso país? 

 

Também terá matérias que não são diretamente relacionadas com economia, como Cálculo I e II, Administração, Direito, Sociologia e Estatística.

O curso dura em média 5 anos, e é ofertado no período noturno e diurno. Uma das vantagens de estudar a noite, é que é uma opção para quem não pode deixar de trabalhar para estudar, e você terá mais horários disponíveis para fazer estágio e outras atividades. Mas também existem estágios no período da tarde.

Estágio

Na maioria dos cursos de economia o estágio não é obrigatório, mas é importante para que o aluno adquira experiência, principalmente se tem a intenção de trabalhar no setor privado.

 

Até porque, o curso de economia costuma ser bastante voltado para a área acadêmica.

 

Quando o estágio não é obrigatório, é comum que a faculdade não se preocupe tanto em apresentar oportunidades de estágio para os alunos, por isso, é preciso que você vá atrás por conta própria.

Há uma grande oferta de vagas de estágio para estudantes na área de economia. Essa demanda é mais concentrada em grandes cidades e em empresas grandes, ou em empresas que trabalhem diretamente com assunto, como empresas de consultoria econômica.

 

Em empresas menores e cidades menores, é mais comum encontrar vagas de estágio para desempenhar atividades mais administrativas, ligadas ao departamento financeiro ou administrativo, que são atividades que também podem ser feitas por estudantes de administração e contabilidade.

 

Isso não quer dizer que não é possível realizar atividades que são mais específicas de economistas em pequenas empresas, só é menos comum.

 

E é mais difícil encontrar empresas que trabalham com pesquisa de mercado, conjuntura econômica e mercado de capitais em cidades pequenas. 

 

Portanto, se você puder escolher onde estudar, dê preferência a faculdades que se localizam em grandes centros.

O estagiário em economia pode realizar diversas atividades, o que será feito, depende do local onde irá realizar o estágio.

 

No geral, serão atividades mais simples, como auxiliar na elaboração de relatórios sobre a conjuntura econômica, manutenção de planilhas, e muitas vezes atividades bem administrativas.

Por não ser estágio obrigatório, pode acontecer do aluno não receber orientação da mesma maneira que um estagiário que possui a orientação de um professor, muitas empresas abrem vagas de estágio simplesmente porque estão interessadas em mão de obra barata.

Apesar das empresas não exigirem experiência para contratar estagiários, é importante que o estudante tenha alguns conhecimentos básicos de informática e de inglês.

 

Algumas empresas, principalmente de grande porte realizam um processo de trainee para contratar estagiários.

 

Segue abaixo alguns links de sites que divulgam vagas de estágio:

ciee.org.br

iel.org.br

nube.com.br

estagiarios.com

estagionet.com.br

saee.com.br

Veja também quais são as áreas de trabalho do economista.