Mercado de trabalho

É comum achar que o mercado de trabalho para os formados em biologia, está restrito a dar aulas no ensino médio, isso não é verdade, o biólogo pode atuar em diversas áreas.

Realmente, a maior demanda e as maiores oportunidades estão nas escolas, é bastante visível que há mais vagas de emprego nessa área do que em empresas, por exemplo ( isso não quer dizer que tenha vagas sobrando). 

 

Mas, o biólogo pode exercer diversas atividades, e é uma pena que sejam carreiras bastante desconhecidas para a maioria das pessoas.

 

Entre as atividades que podem ser realizadas estão: gestão ambiental, estudos e pesquisas, reprodução assistida, controle de pragas, melhoramento e engenharia genética, paisagismo, fiscalização sanitária e aconselhamento genético.

Apesar das várias opções, o mercado de trabalho não é fácil, e é importante que se prepare o mais cedo que puder, principalmente porque algumas áreas pedem uma formação bem específica.

Pode-se dizer, de maneira geral, que o mercado de trabalho para o biólogo é bastante ligado a pesquisa, mesmo para quem não vai seguir carreira acadêmica, a teoria e a prática não são tão diferentes, e vale a pena se preocupar com desempenho acadêmico.

É um mercado que está longe de estar saturado, e no geral falta mão de obra qualificada no Brasil, mas isso não é garantia de emprego.

 

É preciso de muito mais esforço do que ter somente um diploma, principalmente porque a maioria das universidades no Brasil não preparam os alunos adequadamente para o mercado de trabalho.

Para saber melhor sobre as opções de carreira de um biólogo, veja abaixo.

Onde trabalhar?

Universidades (pesquisa)

Dentro de uma universidade o biólogo pode dar aulas e realizar pesquisas. Para isso é preciso seguir carreira acadêmica, fazer mestrado e doutorado.

As pesquisas são feitas com intuito de resolver problemas, facilitar processos, obter mais informações sobre determinado assunto, contribuir para a melhoria de algo, e passar conhecimento. Quem escolhe essa carreira pode fazer pesquisas na área que desejar.

Para trabalhar em uma universidade pública é preciso passar por um concurso, ou como temporário. Em faculdades particulares o que conta é o currículo acadêmico. 

 

Um pesquisador/professor pode chegar a ganhar muito bem, mas para isso é preciso tempo e dedicação. O início de carreira não paga muito bem e os resultados não aparecem rápido.

É preciso tempo e esforço para realizar uma pesquisa que traga grandes resultados, mas quando realizada tem capacidade de gerar um grande impacto na vida das pessoas. 

 

Para seguir esta carreira é importante gostar de estudar, e se envolver no máximo de atividades acadêmicas que puder. Quando ainda estiver na graduação, você pode participar de um projeto de iniciação científica, outros projetos de pesquisa e participar de eventos acadêmicos.

 

Escolas

O professor de biologia pode dar aulas para o ensino médio e fundamental, em escolas públicas e privadas.

 

Se você tem a intenção de trabalhar em um escola, é recomendado fazer o curso de licenciatura.

Infelizmente, de todas as possibilidades de carreira que um biólogo pode ter, ser professor é a que oferece a menor remuneração, principalmente se for trabalhar em um colégio público. 

Apesar das dificuldades e do baixo salário, é muito importante profissionais comprometidos nas escolas públicas.

 

Para dar aulas em escolas públicas é necessário passar por um concurso.

 

Bancos (germoplasma, sangue, órgãos e leite)

Bancos de germoplasma são instituições destinadas a guardar material genético de plantas para conservar seu patrimônio genético, com o objetivo de prevenir sua extinção ou para melhoramento genético.

Há poucos bancos aqui no Brasil, eles estão localizados na Embrapa e em algumas universidades, como a UFRRJ e INPA.

 

Para trabalhar em um deles é preciso ter vínculo com algum desses lugares.

O biólogo pode também trabalhar em bancos de sangue (hemocentros), realizando exames e tipagem sanguínea, e em bancos de órgãos realizando análises de tecidos e até fazendo diagnósticos.

Museus

Não é muito comum, mas o biólogo pode trabalhar em museus que tenham como tema algo relacionado a biologia, como museus de ciências morfológicas, que contém peças anatômicas.

Normalmente museus desse tipo ficam em universidades. Para trabalhar em um deles é preciso ter algum vínculo com a universidade ou estar participando de algum projeto de pesquisa.

 

ICMBio – Instituto Chico Mendes de conservação da biodiversidade

O ICMBio é um instituto vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, que tem como objetivo trabalhar para a conservação da biodiversidade.

Esse instituto desempenha diversas atividades, cria unidades de conservação (espaços onde a natureza é protegida), com o objetivo de garantir que a natureza seja preservada e que o ecossistema funcione.

 

Protege essas unidades, fazendo a fiscalização, e realizando ações de prevenção, como monitoramento e combate a incêndios.

 

Também promovem visitas às unidades de conservação com o objetivo de sensibilizar a sociedade, e fazem a gestão das unidades e dos centros de pesquisa.

 

O ICMBio também procura criar políticas e um diálogo com a comunidade, fundamentado nos princípios da educação ambiental.

 

Promovem a qualidade de vida das comunidades que vivem dentro das unidades de conservação, e criam estratégias de produção extrativista e uso sustentável dos recursos naturais, com o objetivo de gerar autonomia nessas comunidades.

 

Além das atividades faladas acima, há várias maneiras de trabalhar e participar do ICMBio.

 

Para trabalhar lá é preciso passar por um concurso. O instituto contrata analistas ambientais para realizar atividades relacionadas a gestão ambiental e aplicação de políticas.

 

Além disso, o instituto oferece bolsas de iniciação científica para alunos de graduação e pesquisadores, também contratam voluntários e estagiários. 

 

Para saber informações mais detalhadas sobre os procedimentos acesse o site.

 

 IBAMA - Instituto do meio ambiente e dos recursos naturais renováveis.

O Ibama também é um instituto vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. É responsável pela execução das políticas ambientais do país, também atua na área de licenciamento ambiental (concede licenciamento para empreendimentos), monitora e fiscaliza os recursos naturais, (situações como incêndios florestais e desmatamento), realiza o controle da qualidade ambiental, garante que seja cumprida a lei e promove a educação ambiental.

Para trabalhar no IBAMA é preciso passar em um concurso. Para o biólogo, o cargo mais comum é de analista ambiental, que tem como função atividades relacionadas a gestão ambiental e fiscalização.

A diferença entre o IBAMA e o ICMBio é que o IBAMA fiscaliza e concede licenciamentos no território nacional, enquanto o ICMBio é responsável por realizar a gestão das unidades de conservação.

 

O ICMBio também atua na fiscalização e licenciamento, mas somente nos territórios que são responsáveis pela gestão (nas unidades de conservação).

Instituto Butantan

O instituto Butantan é um centro de pesquisa, sua principal atividade é realizar pesquisas na área de biologia e biomedicina. Desenvolve estudos de animais peçonhentos e agentes patogênicos.

O instituto é responsável por uma grande porcentagem da produção nacional de soros e vacinas, já forneceu uma importante contribuição para a saúde pública do país. Também desenvolve atividades educativas.

O Butantan contrata pesquisadores, para conseguir uma vaga é preciso passar por um concurso, que é feito pela secretaria do estado de São Paulo. Quando um concurso é aberto, as vagas ofertadas são por área, como biologia animal, bioquímica, etc.

Também são ofertas vagas de estágio para estudantes da graduação e voluntários.

 

Embrapa

 A Embrapa é uma empresa brasileira de pesquisa, desenvolvimento e inovação em agropecuária, é vinculada ao ministério da agricultura. Tem como objetivo, o desenvolvimento de tecnologias e informações que sejam voltadas para o melhoramento da agropecuária brasileira, e torná-la mais sustentável.

A Embrapa possui diversas unidades de pesquisa espalhadas pelo Brasil. Essas unidades podem ser divididas por produtos, como centros específicos de algodão, feijão, gado de corte, milho e soja, por exemplo.

Também são divididas por temas, como pesquisa sobre processos biológicos do solo, tecnologia de alimento, produção de energia, e muitos outros. Ou ainda, por região, as unidades de pesquisa são estrategicamente localizadas em regiões onde um bioma é mais relevante.

A Embrapa também oferece cursos de capacitação, consultoria e realiza atividades como correção do solo, criação de novas tecnologias e desenvolvimento de produtos e diversos projetos. 

 

Alguns exemplos de produtos desenvolvidos pela Embrapa são: software para uso mais eficiente da água na irrigação, uma geleia com baixo teor de açúcar, adubo orgânico de origem 100% vegetal, máquinas para colheita de legumes, entre muitos outros.

Para trabalhar na Embrapa é preciso passar por um concurso público, onde além da prova levam em consideração mestrado, doutorado e publicações científicas. Também ofertam vagas de estágio para estudantes do ensino médio, ensino superior e pós-graduação. 

Jardins botânicos

Um jardim botânico é um local destinado ao cultivo e exposição de diversas plantas de espécies diferentes. Normalmente, um jardim botânico é gerido por uma universidade ou um instituto de pesquisa, e as pessoas que trabalham nele tem vínculo com essa universidade ou instituto.

 

Zoológicos

Um zoológico é um local onde animais são mantidos para serem exibidos ao público. Um biólogo juntamente com profissionais como veterinários e zootecnistas cuidam da alimentação, saúde física e mental desses animais.

 

Um zoológico funciona com uma empresa, e os profissionais são contratados com base em seu currículo, entretanto são poucas as vagas para biólogos.

 

Biologia Forense

A biologia forense é uma ferramenta para investigar crimes. Os biólogos forenses têm como função examinar a cena do crime e amostras que tenham relação com o crime, como amostras de sangue, fluidos corporais, cabelos, e se for o caso plantas, insetos, etc. Tudo que possa ajudar a identificar a vítima e quem cometeu o crime.

Além de crimes contra civis, o biólogo forense pode trabalhar na resolução de outros tipos de crimes, como tráfico de animais, contaminação ambiental, dentre outros.

Esse profissional precisa ser bastante detalhista e responsável, além de possuir estômago forte, pois os locais de trabalho desse profissional costumam ter cenas fortes. Também é preciso paciência, realiza-se atividades bem trabalhosas que podem ser chatas para muitas pessoas.

O biólogo forense trabalha na polícia científica, e coopera com a polícia civil e federal nas investigações.

 

Para trabalhar na polícia científica é preciso passar por um concurso.

Se você cogita seguir essa área por causa de séries como CSI, você pode ficar um pouco desapontado. Na vida real não há recursos para realização do trabalho da maneira como é mostrado na tv.

 

Indústrias

O biólogo pode trabalhar em indústrias, principalmente com microrganismos, como bactérias, e no desenvolvimento de produtos, como medicamentos, alimentos, bebidas, etc.

Os biólogos podem também realizar atividades ligadas ao controle de qualidade de processos, como por exemplo, uma indústria que produza iogurtes vai contratar um biólogo para checar o processo de produção e de fermentação.

Os principais setores que contratam esse profissional são: farmacêutico, produtos agrícolas, alimentícia e de itens de consumo saúde. Além das indústrias citadas, um ramo que demanda bastante o trabalho do biólogo são as empresas de biotecnologia, que trabalham com engenharia genética, criando produtos que são geneticamente modificados, como por exemplo, alimentos transgênicos.

 

Empresas de consultoria

Empresas de consultoria são empresas que prestam um serviço de aconselhamento sobre determinado assunto. As consultorias que mais contratam biólogos são consultorias ambientais, em biotecnologia e aconselhamento genético.

As empresas de consultoria ambiental realizam atividades como, acompanhamento do processo de licença ambiental para empresas, auditoria, para detectar se há infrações na legislação ambiental e orientação para que as empresas se adequarem a ela.

 

Consultoria em aconselhamento genético

Aconselhamento genético é um serviço que verifica a probabilidade da ocorrência de uma doença em um casal que pretende ter filhos, é uma orientação.

 

Empresas de ecoturismo

O ecoturismo é um tipo de serviço turístico feito de maneira sustentável. É uma maneira de proporcionar que turistas possam entrar em contato com as áreas naturais garantindo que não sejam afetadas e continuem preservadas. O biólogo pode conduzir as atividades turísticas e realizar a gestão da empresa e do lugar em questão.

 

Controle de pragas

O biólogo pode trabalhar também em empresas relacionadas a controle de pragas e em lugares como a Anvisa atuando na vigilância sanitária.

Autônomo

O biólogo pode ainda trabalhar como autônomo, um consultor independente. Empresas podem contratar esse profissional para participar de um determinado projeto, como uma empresa de consultoria, mas com uma pessoa só.

 

Entretanto o profissional que deseja atuar como autônomo deve possuir bastante conhecimento do mercado que irá atuar.

 

Mercado de trabalho setor privado

O mercado de trabalho no setor privado é o mais competitivo e bastante exigente, ainda mais que o biólogo costuma disputar mercado com farmacêuticos, biomédicos e agrônomos. Se você tem interesse em trabalhar em uma empresa, é importante começar a se preparar enquanto ainda está na faculdade.

Procure fazer o máximo de atividades extracurriculares que puder, e procure fazer estágio além do obrigatório, em boas instituições. Se você tem um lugar em mente procure estágio ou trabalho lá desde cedo.

Além disso, grande parte dos biólogos que trabalham em empresas trabalham na área de pesquisa, portanto vale muito a pena realizar atividades de carácter acadêmico, participar de projetos de pesquisa, ter publicações (artigos científicos) e adquirir bastante conhecimento acadêmico.

Uma dica para quem quer trabalhar em um setor específico é procurar trabalhar com pesquisas nessa área enquanto está na faculdade, se você se interessa pela indústria alimentícia procure projetos de pesquisa, ou procure fazer iniciação científica com um professor que trabalhe nessa área, saiba mais sobre as atividades que podem ser realizadas na faculdade aqui

E quando for procurar estágio também procure ser o mais específico possível, se você deseja trabalhar em uma empresa de ecoturismo, procure estágio em uma empresa de ecoturismo. 

 

É importante dizer que grandes empresas costumam contratarem profissionais através de processos de trainee, se você tem essa intenção é importante que esteja preparado para um.

Veja também o que a biologia estuda.