Mercado de Trabalho em Direito

 O mercado de trabalho para quem possui um diploma em direito é bastante amplo e demandado, pois muitas pessoas precisam dos serviços de um advogado.

Em contrapartida, há muitos advogados no mercado de trabalho, portanto a concorrência é grande, tanto no setor público (os concursos relacionados a direito costumam ser os mais concorridos), quanto no setor privado. Saiba mais abaixo.

Setor Privado

Apesar de muita gente escolher o curso de direito pensando em carreira pública, há muito espaço para que o advogado trabalhe no setor privado.

Para trabalhar em qualquer empresa, o que é levado em consideração é o seu currículo e os seus contatos. 

Portanto, procure ir adquirindo experiência enquanto ainda está na faculdade.

Procure fazer estágio e o máximo de atividades extracurriculares que puder (veja sobre as atividades que costumam ser ofertadas na faculdade aqui, no final da página, em atividades extracurriculares). 

Se você tem a intenção de trabalhar em uma grande empresa é comum que tenha que passar por um processo de trainee.

Os advogados trabalham principalmente em escritórios de advocacia, ou em uma empresa comum, no departamento jurídico.

 

Escritórios de advocacia

 

Um escritório de advocacia é uma empresa onde trabalham advogados que prestam serviços jurídicos a pessoas físicas e jurídicas, de diversos tipos, em todas as áreas de atuação, direito civil, direito ambiental, direito do consumidor, etc.

 

Saiba as áreas que um advogado pode atuar aqui.

Empresas 

Os advogados também podem trabalhar em empresas comuns, que não prestam serviços jurídicos aos seus clientes, como indústrias, comércios etc. 

Esse profissional trabalha no departamento jurídico da empresa, dentre suas funções estão:

 

Prestar assessoria jurídica à empresa, responder ações que a empresa possa sofrer, rever práticas de recursos humanos, elaboração de contratos trabalhistas e comerciais, entre outras atividades.

 

O salário de um advogado no setor privado varia muito, depende do tamanho da empresa e da quantidade de clientes que são atendidos. Normalmente quanto maior a empresa, maior o salário.

 

Em média um advogado contratado em início de carreira ganha cerca de 2.500 reais, e pode chegar a cerca de 20.000 reais ao longo da carreira.

 

Os salários são bem diferentes de acordo com as áreas de atuação. As que ofertam melhores salários são a tributária e a empresarial.

 

Advogados que trabalham em bancos podem chegar a ganhar 40.000 reais.

Área Acadêmica

 

A área acadêmica é a área que se dedica a pesquisas científicas. A sua função é realizar pesquisas com o intuito de obter mais informações sobre determinado assunto, contribuir para a melhoria de algo, e passar conhecimento.

 

Quem escolhe essa carreira pode fazer pesquisas na área que desejar.

 

A grande maioria dos pesquisadores trabalham em uma universidade e são professores também.

 

Para trabalhar em uma universidade pública é preciso passar por um concurso. Em faculdades particulares o que conta é o currículo acadêmico. 

 

Um pesquisador/professor pode chegar a ganhar muito bem, mas para isso é preciso tempo e dedicação.

 

O início de carreira não paga muito bem. Os resultados também não aparecem rápido.

Para seguir esta carreira é importante gostar de estudar, e se envolver no máximo de atividades acadêmicas que puder.

 

Quando ainda estiver na graduação você pode participar de um projeto de iniciação científica, outros projetos de pesquisa e participar de eventos acadêmicos.

 

A participação nessas atividades contam pontos no seu currículo. É essencial que siga estudando, que faça mestrado,  doutorado, e goste da vida acadêmica.

Setor Público

O setor público tem como função fornecer serviços à população, o funcionário público presta um serviço à comunidade, e tem a capacidade de gerar um impacto direto na sociedade.

 

Por isso, é importante que haja bons profissionais interessados em trabalhar nesse setor.

 

Infelizmente, no nosso país o setor público não é muito bem visto, é sinônimo de demora, burocracia e muitas vezes descaso e ineficiência.

 

Se você escolhe seguir carreira pública é comum ter que  enfrentar algumas barreiras para realizar seu trabalho, como uma grande burocracia, depender do trabalho dos outros para realizar o seu, e resultados que a demoram a chegar, é fácil se sentir desestimulado.

Mas também há vantagens em seguir carreira pública, há estabilidade no emprego, e é onde estão os melhores salários. 

 

Para trabalhar no setor público é preciso passar em concurso público. Veja abaixo quais são as principais opções de carreira para quem quer seguir carreira pública no direito.

Órgãos Públicos

Há demanda para o trabalho do advogado em quase todos os órgãos do governo, vamos falar abaixo das carreiras que costumam mais interessar as pessoas:

Ministério Público

O Ministério Público é uma instituição independente que não faz parte de nenhum dos 3 poderes (executivo, legislativo e judiciário).

 

O objetivo do Ministério Público é fiscalizar leis relacionadas aos interesses da sociedade.

 

Por exemplo, quando uma prefeitura desvia dinheiro que deveria ser utilizado para a construção de um posto de saúde, o Ministério Público pode intervir, pois é considerado algo que fere os interesses da sociedade.

 

Afinal há pessoas que pagaram impostos e esperam um serviço de saúde gratuito em troca, que não será atendido.

 

Além do exemplo citado acima, o Ministério Público atua nas áreas criminal, na defesa do patrimônio público (como foi falado acima) e cultural, no meio ambiente, habitação, infância e juventude, direitos humanos, entre outros.

 

O Ministério Público pode ser Federal e Estadual. E trabalha juntamente com a Justiça Federal e a Justiça Estadual.

Os integrantes do M.P. são os promotores e procuradores, além dos servidores e assistentes jurídicos. 

O promotor atua como um fiscal da lei, ele trabalha perante os juízes de direito.

Esse profissional possui vários instrumentos para a proteção da sociedade, seja dentro ou fora dos tribunais.

 

Pode realizar audiências e reuniões, a fim de tomar conhecimento dos problemas sociais, apurar irregularidades, realizar investigação de crimes (coleta de dados e informações) de maneira independente (independente da investigação da polícia), buscar no tribunal a punição para alguém que cometeu um crime, entre outras coisas.

O procurador é o cargo mais alto do Ministério Público, acontece quando o promotor é promovido. A diferença é que ele trabalha perante o tribunal de justiça e não aos juízes de direito como o promotor.

O promotor trabalha 5 horas por dia, e ganha em torno de 22.000 reais por mês.

 

O concurso para o Ministério Público consiste em uma prova escrita, uma entrevista, onde farão perguntas sobre seu passado e examinarão sua conduta social, uma prova oral e uma prova na tribuna com o tema direito penal.

 

O Chefe do Ministério Público é o procurador-geral de Justiça, que chega ao cargo por meio de eleição entre os promotores e procuradores, o governador do Estado nomeia um entre os mais votados.

Os promotores podem trabalhar também no Ministério Público Eleitoral, Militar e do Trabalho.

Ministério Público Eleitoral

O Ministério Público Eleitoral fiscaliza alistamento de eleitores, campanhas eleitorais, apuração de votos, registro de candidatos, etc.

Ministério Público Militar

O Ministério Público Militar atua na apuração de crimes militares.   

        

Ministério Público do Trabalho

Atua como mediador de conflitos trabalhistas coletivos, fiscalizam o direito de greve e outras atividades relacionadas. Também recebe denúncias dos cidadãos. 

 

Juiz

Para saber sobre a profissão de Juiz clique aqui.

 

 

Defensor Público

Defensor público é o advogado contratado pelo estado que atende pessoas que precisam dos serviços de um, mas que não podem pagar. Essas pessoas não tem outra opção, por isso é preciso muita responsabilidade.

 

Para ser defensor público, além de passar em um concurso, é necessário ser formado em direito e possuir pelo menos 3 anos de atividades jurídicas.

Ao contrário do que muita gente pensa, o salário do defensor público é bastante alto, cerca de 20.000 reais por mês.

 

STJ – Superior Tribunal de Justiça

O Superior Tribunal de Justiça julga casos especiais. Ele atua nas seguintes situações:

Quando algum membro do poder judiciário ou executivo precisa ser julgado, quando há conflito de competência entre tribunais, podem fazer revisões criminais (rever crimes que já foram julgados), e dar uma interpretação a lei federal que seja diferente da que foi dada em um outro tribunal, entre outras situações.

 

O STJ é composto por 33 ministros, que são nomeados pelo presidente da república, os salários desses ministros sempre é 95% dos salários dos ministros do STF.

STF – Supremo Tribunal Federal

É o órgão máximo do judiciário, cuidam de casos que envolvam infração ou ameaça a Constituição Federal.​ É uma instância superior ao STJ.

 

O STF trata de leis ou normas que podem ir contra a constituição e julga pessoas que tem foro privilegiado de última instância (presidente da república, os membros do congresso e os ministros).

 

Questões de muita importância para a sociedade também passam pelo STF, como as cotas raciais e a união estável.

Os integrantes do STF também são ministros nomeados pela presidência da república. Ganham um salário de R$ 39.293,32 (valor que foi reajustado em mais de 5.000 reais no ano de 2016).

 

Prefeituras

Os advogados também podem trabalhar em prefeituras, cuidando de assuntos jurídicos e administrativos. 

 

Esses profissionais dão pareceres jurídicos, orientam a prefeitura em assuntos como defesa do consumidor e direitos dos cidadãos, entre outras atividades relacionadas.

 

Toda prefeitura contrata advogados, o salário varia, mas é cerca de 5.000 reais.

Procurador Municipal

O procurador municipal tem como função defender os interesses judiciais e extrajudiciais da prefeitura, além de prestar assessoria jurídica e coordenar os órgãos do sistema jurídico municipal.

 

O salário varia de acordo com a prefeitura, mas pode chegar a mais de 7.000 reais.

 

Advocacia-Geral da União

A Advocacia-Geral da União, é um órgão que representa a união dos poderes (Executivo, Legislativo e Judicial) e órgão públicos em questões judiciais e extrajudiciais. Tem a função de defender ou cuidar de assuntos jurídicos do governo. 

 

Em outras palavras, é o advogado do Estado. Se o governo recebe alguma ação, a AGU se encarrega de fazer a defesa, também defende os interesses do governo em outras situações. 

A AGU possui 4 carreiras:

Advogado da União: Representa o governo em todos os assuntos que não sejam tributários e fiscais.

Procurador da Fazenda Nacional: Representa o governo nas questões tributárias e fiscais.

Procurador Federal: Representa autarquias e fundações públicas federais (como o CNPq, ANATEL, IPEA etc).

Procurador do Banco Central: Representa o Banco Central.

 

Para trabalhar em qualquer um desses cargos é preciso passar no concurso e ser formado em direito. A remuneração varia de 17.000 – 23.000 reais por mês. 

 

Delegado

Para saber sobre a profissão de delegado clique aqui.

 

Empresas públicas

O profissional de direito pode trabalhar no departamento jurídico de empresas públicas, realizando as mesmas atividades que nas empresas privadas.

 

Presta assessoria jurídica à empresa, responde ações que a empresa possa sofrer, faz revisão de práticas de recursos humanos, elabora contratos trabalhistas e comerciais, e outras atividades.

 

Outros

Foi falado acima das carreiras públicas que mais interessam os estudantes e quem pretende fazer direito. Mas há outras funções que um advogado pode desempenhar.

 

Como foi dito, um advogado pode trabalhar em qualquer órgão público que tenha que lidar com assuntos jurídicos. 

 

Pode trabalhar inclusive, em funções que não são específicas para bacharel em direito, como na receita federal, sendo auditor e analista, na Abin, no BNDES  e muitos outros lugares.

Veja também sobre o curso de Direito.