Onde o administrador pode trabalhar?

 

O administrador é um profissional bastante demandado, pois toda organização, não importa o tamanho nem o ramo, precisa de alguém para realizar atividades administrativas.

Mas, mesmo com muitas opções, não quer dizer que esse profissional tem emprego garantido. Há muitos administradores no mercado, e em muitas ocasiões, divide o mercado com outros profissionais, como economistas e contadores e, em alguns casos, engenheiros.

 É uma área bastante competitiva e exigente.

 

Abaixo falamos mais detalhadamente dos lugares que o administrador pode trabalhar, e como é o mercado de trabalho para essa profissão.

 

 

Setor Privado

Para conseguir um emprego no setor privado, o que é levado em consideração é o seu currículo e suas habilidades.  

O ideal é que procure por um estágio o mais cedo possível, enquanto ainda estiver na faculdade, e vá adquirindo conhecimento prático. Mesmo que não aparecer um estágio na área que te interessa, faça, para que tenha experiência em alguma coisa, assim será mais fácil conseguir outro estágio depois.

Mas, há várias outras atividades que o estudante pode fazer para adquirir experiência, pode se oferecer para trabalhar em ONGs (na administração da ONG, e com captação de recursos ou em qualquer outro tipo de trabalho voluntário), trabalhar em uma empresa junior, fazer intercambio, entre outras atividades (que falamos mais aqui).

Além das suas experiências profissionais, é levado em consideração as habilidades que possui, como boa comunicação, trabalho em equipe, liderança etc. Em muitos processos seletivos fazem testes para verificar essas habilidades.

Fazer atividades que mostrem que você teve iniciativa, trouxe resultados, soube lidar bem com dificuldades e coisas do tipo, contam pontos no seu currículo.

 

 

Pequenas Empresas x Grandes Empresas

Falando em mercado de trabalho, existem algumas diferenças entre grandes e pequenas empresas, na hora da contratação.

Normalmente, grandes empresas costumam ter processos seletivos mais rigorosos, inclusive para estagiários. Essas empresas, muitas vezes, levam mais em consideração as habilidades e o potencial do candidato, e dão bastante atenção as atividades que falamos acima (se tem iniciativa, se sabe trabalhar em grupo etc).

Muitas dessas empresas abrem processos de trainee, que funciona como explicamos nesse link.

Já as empresas menores são mais focadas em encontrar candidatos que se encaixem na descrição da vaga que estão procurando, e se tem as habilidades técnicas para isso, analisam principalmente o currículo.

Mas, isso pode variar, estamos falando de maneira geral, cada empresa escolhe o processo seletivo que mais lhe convém.

 

 

Abaixo falamos dos principais locais de trabalho do administrador no setor privado.

 

Indústrias

Indústrias são empresas que produzem alguma coisa, que transformam matérias primas em produtos. Por exemplo, a indústria alimentícia, processa alimentos e os transforma em alimentos industrializados.

Alguns exemplos de empresas que são bem conhecidas aqui no Brasil e são indústrias:  Petrobrás, Vale, Braskem, Volkswagem, Nestlé e muitas outras.

Normalmente indústrias são grandes empresas, com uma grande infraestrutura.

 

Serviços

Empresas na área de serviços são empresas que prestam um tipo de serviço aos seus clientes, como empresas de telecomunicações (TIM, VIVO, Claro etc.), consultorias, empresas de energia elétrica, clínicas, pet shops etc.

Existem muitos pequenos negócios no ramo de serviço, e pessoas que trabalham como profissionais liberais, costureiros, seguranças, cabeleireiros etc.

 

Empresas de Consultoria

Empresas de consultoria são empresas que fazem parte do setor serviços, essas empresas prestam serviços na área de aconselhamento, para melhorar alguma coisa ou resolver um problema. Na área de administração, as empresas são de consultoria empresarial.

Os administradores que são consultores fazem um diagnóstico da situação da empresa que estão examinando, e procuram por estratégias de melhoramento.

 

Essas estratégias podem ser de diversos tipos, medidas para organizar as finanças, aumentar as vendas etc.

Também pode ser alguma coisa mais específica, como por exemplo, quando uma pessoa tem a intenção de abrir um negócio, e pede um estudo de mercado para saber qual o melhor lugar para abrir sua empresa, ou qual preço deve cobrado pelos produtos.

Um bom exemplo de uma empresa de consultoria que quase todo mundo conhece é o Sebrae, que presta consultoria para pequenos negócios.

 

Bancos

Bancos são instituições financeiras, que prestam serviços financeiro as pessoas.

O administrador pode trabalhar tanto desempenhando funções típicas de bancos (fazendo pagamentos, controle de numerários, sendo gerente de contas), quanto administrando o banco como empresa.

Os bancos são empresas normais, possuem um departamento financeiro, de RH etc.

 

Para trabalhar na matriz do banco, o candidato passa por um processo seletivo comum, examinam seu currículo e o que você já fez. Como são empresas grandes, é muito comum que o candidato tenha que passar por um processo de trainee.

Nos bancos públicos, como a Caixa Econômica e o Banco do Brasil, é preciso passar por um concurso, e para cargos como presidente do Banco do Brasil é preciso ser nomeado pelo Presidente da República.

 

Agronegócio

O agronegócio é um dos negócios mais importantes do nosso país, representa uma porcentagem bastante significativa do PIB do Brasil.

Faz parte desse tipo de negócio, empresas que trabalham com agricultura e pecuária, desde a colheita dos alimentos e a criação de animais (os produtores), até indústrias que utilizam alimento como matéria prima (indústrias de alimentos, como Sadia e Nestlé).

É um ramo bastante particular, com características específicas, e precisa de conhecimentos específicos para saber como administrá-lo.

  

Varejo

Varejo é um tipo de negócio onde são comercializados produtos em pequenas quantidades. Esses produtos são bens finais, como roupas, sapatos, brinquedos, móveis, eletrônicos etc.

A maioria das lojas que tem na sua cidade e nos shoppings são lojas de varejo, elas podem ser de diversos tamanhos e tipos.

 

Perito judicial

Além de poder trabalhar em vários tipos de empresa, desempenhando diversas atividades, uma outra opção de carreira para o administrador, que merece atenção é o perito judicial.

O perito administrador realiza perícia em situações relacionadas a administração, como registro de empregados, recibos de pagamentos, recolhimento FGTS, descrição de cargos, contratos de financiamento, empréstimos etc.

Essa perícia é feita quando é preciso que alguém dê um parecer em uma ação judicial que precise dessa análise.

O perito, para trabalhar, precisa ser nomeado por um juiz, ou indicado pelas partes envolvidas em um processo. Esse profissional trabalha na Justiça Estadual, Justiça Federal e do Trabalho.

Para se tornar perito administrador, só é preciso ser formado em administração, não é preciso ter experiência prévia e nem passar por um concurso, esse profissional trabalha como profissional liberal.

 

Porém, é necessário entender de perícia, saber elaborar um laudo, e como funciona o procedimento de perícia. Existe, inclusive, cursos relacionados a isso.

Infelizmente, não é uma área muito fácil de entrar, fazer especialização em perícia pode ser uma boa ideia para conhecer pessoas do meio, e também procurar por peritos que já trabalhem com isso.

 

Setor Público

O setor público tem como função fornecer bens e serviços para os cidadãos.

O profissional que trabalha no setor público está gerando um impacto direto na vida da população, por isso, é muito importante que haja bons profissionais nessa área.

A carreira no setor público tem algumas desvantagens, o trabalho é bastante burocrático, muitas vezes depende de outras pessoas, e de questões políticas, por conta disso, os resultados podem demorar. O funcionário público precisa ter muita paciência e persistência.

Mas há várias vantagens também, como estabilidade financeira, altos salários e uma jornada de trabalho reduzida.

​Concurso público

​Para seguir carreira pública, a grande maioria dos profissionais passam por um concurso público. 

Se essa for sua intenção, quanto mais cedo começar a se preparar para um concurso, mais chances têm de conseguir uma vaga. Para isso é só preciso estudar!

Mas nem todos os cargos no setor público são por meio de concurso, existem os cargos de confiança, que são por nomeação e os cargos políticos (falamos mais sobre esses cargos no final dessa seção).

No setor público, o administrador também tem um mercado de trabalho muito amplo, todo lugar precisa de um administrador para desempenhar atividades administrativas. Abaixo falamos um pouco dos lugares que abrem vagas para administradores.

Empresas estatais

Praticamente todas as empresas estatais abrem vagas para administradores, empresas de saneamento, (Sabesp, Sanepar etc), empresas de energia elétrica (como a Copel), companhias de gás, etc.

Normalmente as atividades desempenhadas nessas empresas são de caráter administrativo, mas podem ser diversas, desenvolver pesquisas, estudos, realizar planejamento, cuidar de orçamentos, trabalhar com processos de licitação etc.

Esses lugares costumam pagar bons salários, encontramos remunerações de 7.000 a 10.000 reais em editais mais recentes.

Prefeituras

Em prefeituras, o administrador pode exercer várias funções diferentes, mas vai trabalhar para administração do lugar. Pode trabalhar no departamento financeiro, pagando contas, realizando compras, trabalhando com licitações, pode também trabalhar no RH, e até como assessor do prefeito.

O administrador pode trabalhar em todas as secretarias da prefeitura (Secretaria da Saúde, Educação, Esportes etc).

Os concursos de prefeituras costumam pagar um salário um pouco menor, em torno de 2.000 – 3.000 reais.

 

O administrador também pode prestar concurso para secretarias de governos estaduais e ministérios. Pode, inclusive, trabalhar em lugares que abrem vagas para vários cursos, e que tenham funções mais específicas, mais relacionadas com atividades sociais.

 

Mas, se você tem a intenção de ser um gestor público, e trabalhar no setor público criando e administrando políticas, a maioria desses cargos não são por concurso e sim por indicação.

Existe sim, alguns concursos que contratam formuladores de políticas, principalmente para trabalhar em secretarias e institutos, como analista técnico de política sociais, por exemplo.

Mas, para ser secretário, ministro ou coordenador, precisa ser nomeado pelo prefeito/presidente/governador. Nesse caso, é interessante que tenha contados no meio político, como participar de um partido.

Esses cargos também demandam que o profissional tenha bons conhecimentos acadêmicos, que seja um estudioso e tenha desenvolvido pesquisas.

Saiba mais sobre a área acadêmica abaixo.

 

Área Acadêmica

A área acadêmica é a área que se dedica às pesquisas científicas. A sua função é realizar pesquisas com intuito de resolver problemas, obter mais informações sobre determinado assunto, contribuir para a melhoria de algo, e passar conhecimento.

​A grande maioria dos pesquisadores trabalham em uma universidade e são professores também, mas isso não acontece necessariamente.

Para trabalhar em uma universidade pública é preciso passar por um concurso, ou como temporário. Em faculdades particulares o que conta é o currículo acadêmico. 

​Um pesquisador/professor pode chegar a ganhar altos salários, mas para isso é preciso tempo e dedicação.

 O início de carreira não paga bem, e os resultados também não aparecem rápido. As pesquisas serão mais simples, e pode ser difícil visualizar resultados práticos nelas. 

É preciso tempo e esforço para realizar uma pesquisa que traga grandes resultados, mas quando realizada tem capacidade de gerar um grande impacto na vida das pessoas. 

​Quem tem interesse em ser pesquisador pode receber bolsas para se dedicar somente aos estudos, são ofertadas bolsas para mestrado, doutorado e para pesquisadores que participam de um determinado projeto. 

Essas vagas para pesquisadores normalmente são divulgadas no site das secretarias de extensão das faculdades. As bolsas normalmente são concedidas pelo CNPQ, CAPES ou alguma fundação, como a Fundação Araucária.

Para conseguir uma bolsa é importante (não necessariamente determinante) ter bom desempenho acadêmico, realizar atividades acadêmicas e ir bem na prova do mestrado/doutorado.

Para seguir esta carreira é importante gostar de estudar, e se envolver no máximo de atividades acadêmicas que puder.

Quando ainda estiver na graduação você pode participar de um projeto de iniciação científica, outros projetos de pesquisa e participar de eventos acadêmicos.

A participação nessas atividades conta pontos no seu currículo. 

​A área acadêmica é cheia de metodologias e trabalha-se muito com hipóteses e ideias, não é uma área recomendada para quem gosta de resultados rápidos. Mas é um trabalho muito importante. 

O pesquisador pode realizar pesquisas em diversas áreas da administração, sobre marketing, inovação, empreendedorismo, sobre tipos específicos de negócios, como agronegócio, comércio exterior, sobre o mercado financeiro, e muitas outras coisas, muitas delas falamos aqui.

 

Terceiro Setor  

O administrador também pode trabalhar com administração de ONGs. As ONGs são organizações não governamentais que prestam um serviço gratuito para uma parcela da população que precisa deles, gerando um impacto positivo na sociedade.

Existem ONGs dos mais diversos tipos, que ajudam crianças a se inserirem na sociedade, que dão apoio à moradores de rua, que auxiliam pessoas que tem problemas com drogas, que ajudam imigrantes, que trabalham em prol do meio ambiente etc.

Uma organização sem fins lucrativos, tem um funcionamento bastante diferente de uma empresa, pois é preciso arrecadar dinheiro, e para administrar esse tipo de organização, é preciso ter conhecimentos específicos.

O administrador pode desempenhar diversas atividades em uma ONG, desde atividades de caráter mais administrativo, até participando diretamente do serviço que é prestado pela ONG.

 

 

Empreendedorismo

Empreendedor é a profissão mais relacionada com administração, e é também uma das profissões mais importantes e ligadas a criatividade que existe.

Empreendedor é quem inicia um empreendimento, que dá vida a uma nova ideia. Ele tem um pape social muito importante, é capaz de criar soluções para problemas, gerar emprego, renda e colaborar com o crescimento do país.

Existem muitos tipos de negócios, fábrica de tecidos, vendas de sapatos, venda de carros, salão de beleza, e praticamente tudo que você possa imaginar pode ser transformado em um negócio. Você pode ainda, inventar algo que ainda não existe.

Não há nenhuma exigência para ser empreendedor, qualquer um pode ser, mas não é uma profissão nada fácil, você será o responsável por sua empresa, e terá que ter conhecimento sobre diversos fatores, o setor em que atua, as finanças, os custos, as vendas, vai precisar tomar decisões importantes sobre o rumo da empresa, ter bom relacionamento com clientes e fornecedores, enfim, terá muitas responsabilidades.

É uma tarefa bastante arriscada, o empreendedor precisa ser corajoso.