O perito criminal é o profissional que coleta e analisa os vestígios de um crime, a fim de auxiliar na sua investigação. É um profissional muito conhecido das pessoas, principalmente porque é personagem de séries, como CSI, Flash, Dexter e muitas outras.

O perito é o primeiro a entrar em uma cena de crime, antes mesmo da polícia. Eles tiram fotos, examinam o lugar e coletam vestígios, como objetos, fios de cabelo, digitais e amostras de sangue.

 

Depois, fazem análises e cruzam informações, com a intenção de entender como o crime aconteceu.

Quando chegam a suas conclusões, produzem um relatório, que é entregue a polícia, para auxiliar na investigação que está em andamento.

Os procedimentos seguidos pelos peritos são extremamente rigorosos e trabalhosos, é preciso ser muito detalhista e ter muita paciência.

Também é necessário ter estômago forte, você pode encontrar diversos tipos de cena de crime, acidentes de trânsito, homicídios, roubos, explosões e até acidentes de trabalho.

Mas não são todos os peritos que vão até a cena do crime, saiba mais abaixo (quando falamos do instituto de criminalística).

Além de tudo isso, é principalmente importante ter muita responsabilidade, pois em muitos casos, o destino de pessoas vai estar nas suas mãos.

Se você está cogitando se tornar perito criminal porque gosta das séries que mencionamos no início do texto, pode acabar se decepcionando com a profissão.

Como foi dito, é uma profissão onde é preciso ter muita paciência, você vai passar a maior parte do tempo realizando procedimentos, fazendo análises e escrevendo relatórios, o que não é muito emocionante para maioria das pessoas.

Além disso, o Brasil é um país que tem menos recursos que os Estados Unidos nessas questões, e não possui equipamentos e técnicas avançadas, como vemos nos seriados americanos.

O perito também não interroga testemunhas, como muitas vezes é mostrado na TV, quem vai isso é o delegado de polícia.

 

Quais os requisitos para se tornar perito?

Não existe faculdade para se tornar perito. Para seguir essa carreira é preciso passar por um concurso, o único requisito desse concurso é ter diploma de curso superior.

 

É ofertado vagas para diversos cursos, os mais comuns são nas áreas biológicas e exatas.

Saiba mais sobre o concurso para ser perito abaixo.

 

O Instituto de Criminalística

O Instituto de criminalística é o local de trabalho dos peritos criminais. Esse órgão atende as solicitações da autoridade policial e judiciária. 

Ou seja, quando acontece um crime, e a polícia é informada, ela aciona o Instituto de Criminalística, para os peritos irem até o local do crime realizar os procedimentos necessários.

 

Os peritos criminais podem trabalhar nas seguintes áreas do Instituto:

 

Acidente de Trânsito

Nessa divisão os peritos trabalham especificamente com acidentes de trânsito.

Vão até o lugar do acidente e realizam diversas análises, os danos que ocorreram no veículo, quais eram as condições meteorológicas do acidente, se havia sinalização e várias outras coisas.

Depois cruzam as informações com a finalidade de determinar como aconteceu e o que causou o acidente.

 

Balística forense

Essa seção tem como objetivo examinar armas, pode ser armas de fogo ou armas brancas. Toda vez que uma arma tiver relação com um crime.

Os peritos fazem uma análise dos efeitos produzidos por essa arma. Procuram informações como o tipo de arma, o calibre, a capacidade de carga etc.

Esses testes são feitos para verificar se a arma em questão foi capaz de provocar determinado ferimento. Também examinam de qual arma determinada bala saiu. Estimam ângulos de tiro, posicionamento do atirador etc.

 

Crimes contra a pessoa

Como o próprio nome diz, essa seção trata de crimes cometidos contra pessoas, homicídios, suicídio, tentativa de homicídio, mortes indeterminadas etc.

Os peritos que trabalham nessa seção, vão até a cena do crime e coletam evidências.

Lembrando que as divisões trabalham em conjunto com as outras.

 

Crimes contra o patrimônio

Nessa divisão, os peritos examinam cenas de crimes como roubo, furto, arrombamento etc. Também vão até a cena do crime e coletam todas as evidências.

 

Genética Molecular Forense

Essa divisão realiza análises genéticas, com o propósito de identificação. Examinam vestígios biológicos, para determinar a paternidade, identificam restos mortais, entre outras coisas, que estejam relacionadas a alguma ação criminosa.

Os profissionais que trabalham aqui, precisam ter especialização (mestrado e doutorado).

 

Engenharia Legal

Nessa divisão realizam-se perícias que demandam várias áreas de conhecimento. São responsáveis por examinar diversas situações, como incêndios, crimes ambientais, desabamentos, acidentes de trabalho e muitas outras.

 

Computação forense

Essa área faz perícia em aparelhos eletrônicos, como notebooks, tabets, celulares etc. Com o objetivo de encontrar informações pertinentes a investigação do crime.

 

Perícias Audiovisuais

Nessa divisão é feito perícias em materiais de áudio, vídeo e imagens. Identificam quem é a pessoa que está falando em uma gravação, verificam se áudios vídeos ou imagens não foram editadas, entre outras coisas.

 

Identificação de Veículos

Realiza exames em veículos com o objetivo de atestar a integridade, se foram alterados ou não.

 

Química forense

Nesse laboratório é feito diversos exames, como exames de sangue, em fios de cabelo, resíduos de arma de fogo, drogas, venenos etc.

 

Retrato-falado

Os peritos que trabalham nessa seção são especialistas em representação facial humana. Quando alguma autoridade solicita é feito um retrato falado.

 

Documentoscopia

Nesse departamento são feitos exames para verificar a autenticidade de documentos, assinaturas e até lançamentos contábeis. Verificam a existência de crimes econômicos ou financeiros. Trabalham também com a autenticidade de marcas, como de CDs, roupas etc.

 

 

Como trabalhar no IC?

Para trabalhar no IC é preciso passar pelo concurso da polícia científica. Infelizmente esse concurso não acontece com muita frequência, houve um no início desse ano, e antes desse, em 2007.

Portanto, se você se interessa em seguir essa profissão, vá estudando desde já, para que quando o concurso abrir, você já esteja preparado.

A polícia científica abre concurso para vários tipos de profissionais, como médico legista, químico-legal e odontolegista. Também abre vagas para a carreira de perito criminal, que pode pedir formação em diversas áreas, como física, química, economia, veterinária etc.

A remuneração também é bastante atrativa, no concurso que teve nesse ano, o salário para quem tinha curso superior era de 9.264,57 reais, para quem tem ensino médio de 3.163,35 reais.

Depois de passar no concurso, você fará um curso preparatório antes de começar a trabalhar no IC. 

Para mais informações sobre o concurso do IC, e sobre o trabalho deles, acesse o site aqui. 

Veja também sobre a profissão de delegado.

Perito Criminal