Programador

Todo mundo já ouviu falar da profissão de programador, mas são poucas as pessoas que sabem o que esse profissional realmente faz. Neste texto vamos falar sobre essa profissão, e o que é preciso para seguir essa carreira.

O programador é o profissional que escreve instruções em uma linguagem específica (a linguagem de programação), essas instruções vão executar uma sequência de ações, que vão criar os programas de computador.

 

A linguagem de programação é a maneira pela qual o homem “conversa” com a máquina, tornando possível a execução de tarefas. 

 

Há várias linguagens de programação, como Java, Swift, Python etc. Existem cursos específicos para aprender determinada linguagem de programação, com certificação. Mas se você fizer faculdade de ciência da computação, vai aprender as principais na faculdade.

O que você pode fazer?

 

As categorias de programação mais comuns no mercado são:

 

Programador desktop: responsável por desenvolver programas que vão funcionar dentro de um sistema operacional como o Windows, Linux ou MAC;

 

Programador Mobile: Desenvolve aplicativos para plataformas móveis como o Android e IOS (saiba mais sobre essa profissão aqui);

 

Programador WEB: Responsável pela programação de websites que funcionarão na  internet, e que possam ser acessados de qualquer ambiente;

 

Programador de jogos: Responsável pela criação de um jogo ou de parte de suas instruções lógicas, pode desenvolver jogos para computador, dispositivos móveis e videogames.  

 

Programador executivo: é o programador que coordena o processo de aplicação do código em um projeto. É o profissional que verifica se os códigos e comandos que foi feito por outros programadores estão de acordo com o projeto, independente da linguagem ou metodologia de trabalho escolhida pelos analistas e gerentes de projetos. 

Além disso, o programador também pode trabalhar com desenvolvimento de software. 

Mercado de Trabalho 

 

O mercado para o programador cresceu muito, ele pode trabalhar em qualquer empresa que tenha um departamento de TI, que não seja necessariamente ligadas a informática.  

 

Por conta disso, falta programadores no mercado, tanto que algumas empresas de TI possuem iniciativas para ensinar linguagem de programação nas escolas, a fim de criar interesse nos jovens para que escolham a profissão de programador.

 

A dica para quem quer seguir essa profissão,  é estudar, há várias informações sobre programação disponível na internet, e se você faz faculdade, não espere o curso acabar para procurar emprego ou estágio.

O que é preciso para ser programador?

Para ser programador não é necessário fazer faculdade, muitos programadores não fizeram curso de graduação, ou não fizeram uma graduação ligada a área de informática, é um trabalho onde é possível atuar sendo autodidata. 

Para conseguir um emprego nessa área, é preciso comprovar que tem determinados conhecimentos, você pode fazer isso mostrando os projetos que já realizou (o seu portfólio), e através das certificações dos cursos que fez na área.

Mas se você tiver condições de fazer uma faculdade, faça, a mais recomendada é a de ciência da computação. Além disso, as vagas de estágio em programação sempre são para quem está na faculdade, e é mais fácil conseguir um emprego se já tiver feito um estágio.

 

Tenha você um diploma ou não, seguir a profissão de programador é uma ótima ideia, é um profissional bastante demandado, que dificilmente fica desempregado.

Veja também sobre Ciência da Computação.