Redator

Cada vez mais as empresas se preocupam em ter uma presença na internet, e utilizam marketing digital como maneira de atrair novos clientes. Isso fez com que a profissão de redator crescesse muito nos últimos anos.

Apesar disso, o redator não é muito conhecido, são poucas as pessoas que sabem o que esse profissional faz exatamente.

Abaixo, vamos falar sobre o que esse profissional faz e o que é preciso para seguir essa profissão.

 

O que faz o redator?

De maneira bem resumida, podemos dizer que o redator é um profissional que elabora textos, sobre diferentes assuntos, para diversos lugares e com diferentes objetivos.

Quando o redator é contratado por alguém, ele vai escrever um texto de acordo com as especificações do cliente, sobre um assunto específico, com uma linguagem específica, e para um público alvo específico.

É uma profissão bastante flexível, o redator pode ter um emprego fixo, normalmente em empresas de marketing e até mesmo jornais. Ou pode trabalhar como freelancer, recebendo por texto.

 

Marketing

O maior mercado para esse profissional é o marketing de conteúdo. O redator pode escrever e-books, posts em blogs, em redes sociais e outros materiais.

Seus textos sempre tem o objetivo de trazer informação sobre um assunto, e serem educativos de alguma forma. 

 

O conteúdo de seus textos tem relação com a empresa pela qual foi contratado.

 

Por exemplo, uma empresa que comercializa produtos para bebês, pode querer que o redator escreva artigos sobre maternidade, sobre desenvolvimento da criança, e coisas relacionadas, como uma maneira de vender seus produtos indiretamente.

Muitas vezes, o redator também também se encarrega de produzir conteúdo para as redes sociais de uma empresa.

Os redatores que trabalham com marketing digital, e produzindo conteúdo para internet são chamados de redator web, ou redator online.

O redator web, além de ter que saber escrever muito bem, precisa entender um pouco sobre as ferramentas utilizadas no marketing digital, como por exemplo, o SEO, que é um conjunto de técnicas que permite que um site fique melhor posicionado no Google (que apareça nas primeiras páginas). 

Além disso, é interessante que tenha conhecimento de técnicas textuais para despertar o interesse do leitor, saber criar links em locais apropriados, e palavras chaves para atrair o público correto.

Um cliente, quando contrata um redator, espera que ele saiba o que fazer para atrair o maior número de acessos possíveis.

Portanto, se você pretende seguir essa carreira, vale a pena estudar sobre marketing digital, é possível encontrar muitas informações gratuitas na internet mesmo, mas também há cursos sobre esse assunto.

 

Jornais

O redator pode trabalhar em um jornal desempenhando atividades que nada tem a ver com marketing.

Em um jornal, o trabalho do redator é bem direcionado para a redação, não produz conteúdo, nem participa das notícias. Ele é responsável pela redação das matérias do jornal, para que fiquem bem escritas.

Porém, esse profissional está cada vez menos presente em jornais, hoje em dia, já existem programas de computador que redigem textos.

Trabalhar como freelancer

Além de ser um funcionário de uma empresa, a profissão de redator permite que esse profissional trabalhe como freelancer, é, inclusive, um dos trabalhos mais demandados.

O freelancer é o profissional que não recebe um salário fixo, e sim por trabalho realizado. Trabalhar dessa maneira pode trazer vários benefícios, você será seu próprio chefe, poderá trabalhar a hora que desejar, e escolher os trabalhos que quer fazer.

Também permite que você tenha outro emprego, e use seu trabalho como redator, para ter uma renda extra.

Porém, não é uma profissão estável, seu salário pode variar muito, dependendo da quantidade de trabalhos que tiver.

Uma outra informação importante, é que muitas vezes os redatores trabalham como ghost writter, ou seja,  os direitos autorais dos seus textos são dos seus clientes, não seus.

 

Quanto ganha um redator freelancer?

A remuneração do redator pode variar bastante, depende da experiência que tem na área e da quantidade de trabalhos que realiza.

Mas, segundo o site Love Mondays, a média salarial é de 1.700 reais, mas varia de 700 reais até 3.000 reais. Essa pesquisa foi feita com base no salário de 9 profissionais, por isso não quer dizer que não tenham profissionais que ganhem mais que isso.

Como foi dito, esses valores podem variar, pela quantidade de trabalho que você realiza, e dependendo de quem são seus clientes.

Em pesquisas de sites estrangeiros, esse profissional ganha um salário mais alto. Se tiver domínio de inglês, pode conseguir trabalhos no exterior.

Uma ótima maneira para o redator freelancer conseguir um trabalho, é participando de plataformas, que conectam redatores com potenciais clientes, colocamos alguns links dessas plataformas no final desse texto.

 

O que é preciso para ser redator?

Não existe nenhum pré-requisito para trabalhar como redator, não é necessário ter nenhuma formação específica.

Mas, muitas empresas pedem que o redator seja formado, ou esteja cursando publicidade, jornalismo ou comunicação. Para trabalhar como freelancer, não é necessário nenhum formação.

Porém, é preciso saber escrever muito bem, e entender bem da nossa língua, para não cometer erros de português.

Portanto, se você pretende seguir essa profissão, vá treinando sua escrita e leia bastante, para que possa produzir um conteúdo de qualidade.

 

Outra dica é criar um portfólio. Um cliente, quando vai contratar um redator, quase sempre pede que envie os textos que já escreveu para que sejam avaliados.

 

Eles olham sua forma de escrever, a linguagem que usa, e outros aspectos que possam ser pertinentes para decidir se você se encaixo no perfil que estão procurando.

Se você não tem nenhum texto publicado para colocar no seu portfólio, pode criar um blog e publicar posts por conta própria, com o objetivo de mostrar seu trabalho.

Outro lugar que pode mostrar seu trabalho, é em plataformas de publicação de textos, que funcionam como redes sociais para quem quer publicar textos. Além disso, seja bastante ativo na internet e procure divulgar seu trabalho.

Além do portfólio, a melhor maneira de conseguir um emprego ou clientes, é através de contatos.

 

Uma boa forma de começar a criar uma lista de contato é fazendo cursos nessa área, participando de eventos, e comunidades de redatores ou de freelancers que tem na internet mesmo.

 

Abaixo listamos algumas plataformas que conectam redatores com potenciais clientes, para quem tem a intenção de trabalhar como freelancer:

99 Freelas

Alliance Wrintings

Escrever.com

Freelancer.com - em inglês

Rockcontent

Vivilia

Workana