Onde um veterinário pode trabalhar?

 

Mercado de trabalho

 

O mercado de trabalho para o veterinário é bastante amplo, com muitas oportunidades, mas, há muitos veterinários no mercado. A maioria deles se encontram nas regiões sul e sudeste, em grandes cidades. Nesses lugares a concorrência é mais forte.  

Mas, nos últimos anos, a grande quantidade de veterinários no mercado de trabalho está sendo compensada pela demanda crescente dos serviços desses profissionais. O Brasil é o segundo maior mercado pet do mundo, e esse mercado só tem crescido.

A maioria dos estudantes de veterinária acabam indo trabalhar em clínicas urbanas, isso faz com que o mercado na zona rural seja menos competitivo e consequentemente com maior empregabilidade, os salários tendem a ser um pouco maiores também. 

Mas, mesmo sendo um profissional importante e em número muito grande, os veterinários costumam reclamar do salário. A média salarial para esse profissional é cerca de 2.500, de acordo com a Catho. Os concursos públicos não oferecem remuneração muito alta, com exceção de alguns.

Para ganhar mais que isso, ou o veterinário pode abrir a própria clínica ou realizar alguns concursos específicos, como o concurso do Ministério da Agricultura, que paga um salário maior que 12.000 reais. Ou então trabalhar em grandes fazendas, que também pagam altos salários.

 

Veja mais sobre onde esse profissional pode trabalhar abaixo:

                                                     

 

 Lugares para trabalhar

 

Zoológico

 

Zoológicos são lugares onde diversos animais são mantidos para serem exibidos ao público. Além de veterinários, trabalham lá biólogos e zootecnistas.

Dentro de um zoológico, o veterinário trabalha principalmente com a prevenção, para que os animais não fiquem doentes.

 

Cuidam da alimentação e do ambiente que cercam esses animais. Mas podem também tratar de doenças e fazer curativos, quando um animal fica doente ou quando a polícia animal traz um animal ferido.

Existem cerca de 100 zoológicos no Brasil. O processo seletivo depende do zoológico, em lugares públicos é preciso passar por um concurso, que abre vagas aleatoriamente.

 

Em zoológicos privados a contratação funciona como em uma empresa normal, analisam o seu currículo.

Ter trabalhado com animais silvestres, ou ter feito estágio em zoológicos ajuda muito. Muitos contratam estudantes para realizar trabalho voluntário. Procure se informar no próprio site de zoológicos que estejam próximos a você.

 

Criatórios, institutos e ongs
 

É comum encontrar veterinários trabalhando em instituições sem fins lucrativos, como criatórios, institutos e ongs, normalmente esses lugares trabalham com conservação ambiental.

 

Clínicas Veterinárias

O principal local de trabalho do veterinário são clínicas. O veterinário que trabalha em uma clínica cuida da saúde dos animais que atende.

O veterinário pode tanto trabalhar como funcionário, quanto abrir sua própria clínica.

 

Mas é preciso lembrar que quem decide abrir uma clínica deve tratá-la como uma empresa, e estar ciente que terá funções administrativas, além do trabalho como veterinário.

Se você tem a intenção de trabalhar em uma clínica, é importante estagiar na área médica, o estágio é obrigatório na graduação e com certeza você terá essa experiência na sua faculdade, mas mesmo assim, procure fazer além do obrigatório, fazer residência em hospitais e especialização.

Existem hospitais veterinários que são públicos, nesse caso é preciso realizar um concurso para trabalhar.

 

Empresas de produtos veterinários

Essa área é menos conhecida ainda para os estudantes de veterinária, mas que demanda bastante do seu trabalho.

Apesar de ser bastante distante do curso, o veterinário pode trabalhar em empresas que comercializam produtos veterinários, como remédios.

 

Em uma empresa dessas, o veterinário pode ter várias funções, mas a função mais popular é de trabalhar como vendedor mesmo.

 

Indústrias de produtos de origem animal

O veterinário pode também trabalhar em indústrias de produtos de origem animal, como fábricas de ração e laticínios. 

 

Normalmente trabalha no controle de qualidade. Mas pode também trabalhar como representante comercial.

Se você tem interesse em trabalhar em uma indústria assim, procure um estágio em uma empresa enquanto ainda estiver na faculdade.

 

Fazendas

Os veterinários trabalham em fazendas prestando atendimento médico aos rebanhos, e cuidando para que o gado seja saudável, atendem principalmente animais de grande porte.

É importante que o profissional que pretenda trabalhar na zona rural tenha contato com esse ambiente, isso não costuma ser problema, já que o estágio é obrigatório no curso. 

 

Mas, sempre olhe a grade curricular da faculdade, para saber o quanto é direcionado para essa área.

 

Ainda relacionado com animais de grande porte, o veterinário pode trabalhar com:

 

Centrais de inseminação

Centrais de inseminação são lugares que coletam sêmen para produção de gado.

 

Hípicas

Hípicas são lugares onde as pessoas vão para praticar hipismo (montar à cavalo).  O veterinário é responsável por cuidar da saúde dos cavalos da hípica.

 

Empresas de consultoria

Os veterinários, podem ainda, trabalhar em grandes empreiteiras, ou prestar consultoria para elas. Essas empresas demandam os serviços desse profissional para retirar animais de locais que serão realizados grandes obras.

 

Setor Público

O setor público tem como função fornecer bens e serviços para os cidadãos.

 

O profissional que trabalha no setor público está gerando impacto direto na vida da população, por isso, é muito importante que haja bons profissionais na área.

​A carreira no setor público tem muitas vantagens, como estabilidade financeira, uma jornada de trabalho reduzida, licenças remuneradas, abonos, salários iniciais atraentes, entre outros benefícios.

Mas há algumas desvantagens também, com certeza você já ouviu alguém dizer que o setor público não funciona como deveria funcionar.

O trabalho pode ser muito burocrático, muitas vezes depende de outras pessoas e de questões políticas, por conta disso, os resultados podem demorar a vir e é muito fácil o funcionário se sentir desestimulado, é preciso paciência e persistência.

 

Concurso público

 

Para seguir carreira pública, os profissionais passam por um concurso público, um processo seletivo composto por uma prova escrita, para avaliar seus conhecimentos.

Se essa for sua intenção, quanto mais cedo começar a se preparar para um concurso, mais chances tem de conseguir a vaga.  Para isso é só preciso estudar!

Mas nem todos os cargos no setor público são por meio de concurso, há também os cargos de confiança, que são por nomeação, e os cargos políticos.

Cargos de gestão, de chefia e de formulação de políticas pedem bons conhecimentos acadêmicos, por isso é comum que as pessoas que almejam esses cargos continuem os estudos além da graduação e se envolvam em atividades acadêmicas.

 

Veja abaixo, os principais concursos para o veterinário.

 

MAPA - Ministério da agricultura pesca e abastecimento

O concurso do ministério da agricultura é bastante requisitado pelos veterinários por conta do salário, no último concurso foi de R$ 12.539,38, para o cargo de fiscal federal agropecuário.

Esse profissional fiscaliza diversos estabelecimentos que produzem produtos de origem animal, produtos que são para animais, e relacionados a agricultura, como produção de agrotóxicos.

 

Além de outras atividades, como assessorar o governo quando for requisitado e fiscalizar o registro genealógico dos animais domésticos.

 

Além do Ministério da Agricultura, o veterinário pode trabalhar em secretarias, agencias e companhias públicas estaduais e municipais, que visem o desenvolvimento agrícola, como a Agência de Defesa Agrícola e a secretaria de agricultura pecuária e pesca, órgãos relacionados com agricultura e pecuária.

  

Forças armadas

O exército também contrata veterinários. Para trabalhar no exército brasileiro há duas formas, por concurso público e seleção regional.

Na seleção o candidato passa por um processo seletivo feito por uma região militar, se aprovado será um profissional temporário. Quem passa no concurso público, se torna profissional efetivo.

No exército o veterinário atua no controle de qualidade dos alimentos, realizando inspeções, um trabalho bastante associado a saúde pública.

 

Mas também trata da saúde dos animais, tanto medidas de prevenção, quanto cirurgias.

Cuida principalmente de cavalos, mas há alguns lugares que o veterinário pode acabar lidando com animais silvestres.

Se contratado pelo exército, mesmo sendo um veterinário, você será um militar com os mesmos direitos e deveres que todo militar.

 

Prefeituras

Algumas prefeituras abrem vagas para veterinários. Na maioria dos editais que encontramos, os veterinários são contratados para auxiliar produtores rurais, mas as atividades podem variar.  

Dentro das prefeituras o veterinário também pode trabalhar desenvolvendo projetos e políticas, mas para isso é preciso ocupar algum cargo de gestão, como secretário de saúde, por exemplo. Esses cargos são por meio de indicação política, não concurso.

 

CCZ – Centro de Controle de Zoonoses

O Centro de Controle de Zoonoses realiza um serviço muito importante. O CCZ é a famosa carrocinha, mas ao contrário do que é mostrado nos desenhos animados, o CCZ está longe de fazer papel de vilão, ele desempenha um importante papel para a saúde pública.

O CCZ atua em diversas atividades, seu principal objetivo é o controle de zoonoses, ou seja, tratam e previnem o contágio de doenças que são transmitidas por animais, como raiva, leptospirose, toxoplasmose, leishmaniose, dengue, entre outras.

Fazem o controle de animais que possam transmitir doenças, como mosquitos, ratos, escorpiões, baratas, etc.

Mas também fazem um controle da população de animais domésticos (cachorros e gatos de rua). Esses animais recebem vacina antirrábica, são castrados, e identificados com microchip, depois ficam disponível para doação por um período de tempo.

Além dessas atividades, o centro de zoonoses realiza inspeções sanitárias, para verificar se o contato entre determinado animal com a população pode trazer doenças.

Verificam denúncias de maus tratos e locais impróprios para animais, e qualquer reclamação relacionada á animais.

 

 

Supervisão de vigilância em saúde

Veterinários também podem trabalhar nas SUVS. A supervisão de vigilância em saúde são unidades ligadas a vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental.

 

Realizam atividades de educação e fiscalização, e prestam serviços como vacinação e castração em animais.

 

CRAS – centro de reabilitação de animais silvestres

 

O CRAS é um local onde animais silvestres que foram apreendidos em operações de tráfico ou atropelados são enviados.

 

Este centro cuida e dá um destino a esses animais. Costumam aceitar trabalho voluntário.

  

 

Área Acadêmica

A área acadêmica se dedica a pesquisas científicas. Sua função é realizar pesquisas com intuito de resolver problemas, facilitar processos, obter mais informações sobre determinado assunto, contribuir para a melhoria de algo, e passar conhecimento.

​A grande maioria dos pesquisadores trabalham em uma universidade e são professores também, mas isso não acontece necessariamente. Há alguns Institutos de pesquisa em veterinária que contratam pesquisadores, sem precisar ter vínculo com alguma universidade.

Para trabalhar em uma universidade pública é preciso passar por um concurso, ou como temporário. Em faculdades particulares o que conta é o currículo acadêmico. 

​Um pesquisador/professor pode chegar a ganhar altos salários, mas para isso é preciso tempo e dedicação.

O início de carreira não paga muito bem, e os resultados também não aparecem rápido. As pesquisas serão mais simples e pode ser difícil visualizar resultados práticos nelas, é muito comum passar mais tempo preocupado com metodologias e busca de dados do que com o assunto da pesquisa.

É preciso tempo e esforço para realizar uma pesquisa que traga grandes resultados, mas quando realizada, tem capacidade de gerar um grande impacto na vida das pessoas. 

​As pessoas que se dedicam completamente a pesquisa podem receber bolsas para se dedicar somente aos estudos, são ofertadas bolsas para mestrado, doutorado e para pesquisadores que participam de um determinado projeto. 

Essas bolsas normalmente são divulgadas no site das secretarias de extensão das faculdades. E são concedidas pelo CNPq, CAPES ou alguma fundação, como a Fundação Araucária.

Para conseguir uma bolsa é importante (não necessariamente determinante) ter bom desempenho acadêmico, realizar atividades acadêmicas e ir bem na prova do mestrado/doutorado.

Para seguir esta carreira é preciso gostar de estudar e se envolver no máximo de atividades acadêmicas que puder.

Quando ainda estiver na graduação você pode participar de um projeto de iniciação científica, outros projetos de pesquisa e participar de eventos acadêmicos.

​A área acadêmica é cheia de metodologias e trabalha-se muito com hipóteses e ideias, não é uma área recomendada para quem gosta de resultados rápidos. Mas é um trabalho muito importante. 

Os veterinários que decidem seguir essa área podem realizar pesquisas sobre diversos assuntos, desenvolvimento de vacinas, soros, melhoramento genético e até clonagem ( você deve se lembrar da ovelha Dolly).

Mas as principais pesquisas em veterinária são relacionadas a doenças de animais.

Se você se interessa por inovação, quer trabalhar procurando soluções para problemas, encontrar novas maneiras de melhorar a saúde e bem-estar dos animais, essa área é bastante recomendada.

Veja também sobre o curso de veterinária.